Violação dos direitos humanos na produção de gesso

Violação dos direitos humanos na produção de gesso

Neste projeto ainda em andamento, a Papel Social estabeleceu a responsabilidade de incorporadoras imobiliárias e grandes construtoras em um sistemático processo de violação dos direitos humanos no principal polo de produção de gesso do Brasil, no interior do estado de Pernambuco.


Trabalho infantil, doenças e contaminação ambiental fazem parte da vida dos moradores de diversas cidades localizadas nas áreas de influência das mineradoras de gipsita e das empresas que usam o minério para fabricar gesso.


Projeto conduzido em parceria com a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e com o Ministério Público do Trabalho (MPT).

Em agosto de 2019, o curta metragem “Sertão Branco” conquistou o segundo lugar no Prêmio Transformação Social, concedido pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Violação dos direitos humanos na produção de gesso
Violação dos direitos humanos na produção de gesso

Ficha técnica

Coordenação Geral

  • Marques Casara

Edição

  • Poliana Dallabrida

Autores

  • André Picolotto
  • Thaís Ferraz

Pesquisa adicional

  • Luara Wandelli Loth
  • Vitor Shimomura

FILME

Coordenação Geral

  • Marques Casara

Direção

  • André Picolotto
  • Luara Wandelli Loth
  • Vitor Shimomura

Fotografia

  • Vitor Shimomura

Edição

  • Vitor Shimomura
O conteúdo integral dos nossos projetos é protegido por contratos de exclusividade ou fazem parte de mobilizações em andamento. Para saber detalhes sobre pesquisas específicas, escreva para contato@papelsocial.com.br.